Publicações

Autoridades chinesas apresentaram ônibus que trafega sobre outros veículos.

Uma empresa chinesa construiu um projeto de ônibus elevado que não vai parar em engarrafamentos. Ele funcionará por meio de um sistema de trilhos que lhe permitirão andar acima dos automóveis particulares, informou a emissora governamental CCTV, assista o vídeo abaixo.


O modelo de Ônibus de Passagem Elevado (TEB, na sigla em inglês) foi apresentado em escala de miniatura na 19ª Exposição Internacional de Alta Tecnologia de Pequim, onde os visitantes puderam observar um minúsculo TEB em funcionamento.


Este tipo de ônibus se movimenta através de trilhos que se situam entre si a uma distância de duas pistas para carros e a uma altura considerável, sustentado por duas paredes encaixadas nos trilhos.


O amplo espaço que fica abaixo do corpo do ônibus permite que os carros avancem sob a máquina, ou - se houver engarrafamentos - que o ônibus avance sobre eles.


Segundo os dados desta empresa de tecnologia divulgados à "CCTV", este transporte público teria uma capacidade de 1.200 pessoas por comboio.


Também assegura que o tempo de instalação é de um ano e que o primeiro começará a ser construído no final deste ano, na cidade de Qinhuangdao (província nordeste de Hebei).


Segundo a agência de notícias Xinhua, o TEB seria composto por quatro vagões ligados com comprimento total de entre 58 e 62 metros, uma altura de entre 4,5 e 4,7 metros e largura de 7,8 metros. O espaço inferior pelo qual passariam os veículos terá altura de entre 2,1 e 2,2 metros.

Está comprovado que refrigerantes fazem muito mal a sua saúde e da sua família.

E não importa se o refri é diet, pois é ruim do mesmo jeito, até pior para alguns especialistas. O refrigerante é uma invenção baseada meramente no sabor. Não há nele nenhuma virtude, nenhum benefício para a saúde. Alguns, como os à base de cola, se superam em termos de malefícios à saúde. Mas por que as pessoas, mesmo as bem-informadas, insistem em beber refrigerante?


Simples: muita propaganda e o principal - refrigerante vicia. E os à base de cola - de novo eles - são os que mais viciam. Ou seja, o ato de deixar de tomar refrigerante exige, antes de tudo, força de vontade. Mas não vamos nos afastar do tema desta matéria: os males do refrigerante. São muitos, muitos mesmo. Por isso, destacaremos aqui apenas os principais:

 

- Osteoporose - O consumo de bebidas excessivamente doces aumenta o risco de sofrer de osteoporose, devido à ação do ácido fosfórico, que impede a correta absorção do cálcio, enfraquecendo os ossos. Um estudo da Tufts University descobriu que mulheres que bebiam apenas 3 refrigerantes por semana tinham uma perda óssea média de 4% (em regiões como os quadris), a mais que ao grupo de mulheres que ingeriam outro tipo de bebida. 


- Obesidade - O consumo de refrigerantes está amplamente associado ao aumento de peso e à obesidade. Naturalmente, o aumento das calorias consumidas leva ao aumento de peso, mas, mesmo os refrigerantes diet podem ocasionar este problema. Recentes estudos demonstraram uma associação entre o os refrigerantes sem açúcar e o aumento da cintura. 


- Diabetes - Um estudo feito com 90 mil mulheres mostrou que, as que ingeriam uma ou mais bebidas com açúcar (como sucos ou refrigerantes), estavam mais propensas a desenvolver diabetes tipo 2. As bebidas com açúcar aumentam o nível de glicose em jejum e a resistência à insulina. 


- Infarto - Pesquisadores da Universidade de Harvard descobriram que o consumo diário de uma bebida com açúcar aumenta em 20% as chances de sofrer um ataque cardíaco durante um período de 22 anos. Este risco aumenta conforme a quantidade de bebidas doces consumidas diariamente. 


- Triglicerídeos - Mesmo que a pessoa não aumente seu peso, os refrigerantes com açúcar podem ser prejudiciais para a saúde cardiovascular, especialmente nas mulheres. As mulheres que consomem bebidas com açúcar são mais propensas a desenvolver níveis elevados de triglicerídeos. 


- Cáries - O açúcar contido nos refrigerantes transforma qualquer consumidor em alvo perfeito de cáries dentária. 


- Cálculos renais - A maior parte dos refrigerantes contém oxalato, que pode ocasionar problemas como cálculos renais. 


- Insônia - Os refrigerantes também podem provocar transtornos do sono -como insônia- devido aos altos índices de açúcar que contêm. 


- Gastrite - A enorme concentração de açúcar, aditivos e o pH ácido podem provocar distúrbios digestivos, como a gastrite.


fonte: Reconcavonews

Cadastramento ao Bolsa Família de 03 a 20 de Junho 2018

Como se Cadastrar no Bolsa Família


A pessoa que deseja se cadastrar no programa Bolsa Família deve, primeiramente, procurar na Prefeitura Municipal do município o qual reside, o órgão que se encarrega das responsabilidades do programa. A pessoa deve estar portando a documentação de toda sua família e também documentos que provem o nível do estado de pobreza em que vivem para que seja possível a realização da inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. Os documentos necessários – citados anteriormente – são os seguintes:


Documentos do Responsável Familiar, CPF ou o título de eleitor do mesmo e documentos dos outros membros da casa, documento de identificação qualquer, como, por exemplo, carteira de identidade, certidão de nascimento ou casamento, carteira de trabalho.


Como funciona a seleção?


Depois que essa for realizada, o perfil do candidato e de sua família passa por uma análise e se o Ministério do Desenvolvimento Social e de Combate a Fome (MDS) julgar se o perfil se enquadra em todos os aspectos do programa, onde o principal critério consiste na renda per capita da família, o aval para o então recebimento do benefício é dado. Essa seleção é realizada todos os meses e famílias com menor renda e consequentemente mais necessidades, tem preferência na inclusão no programa.


Caso a pessoa seja escolhida na seleção, e vire beneficiária juntamente com sua família, o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) alerta que os telefones de contato dos membros da família devem ser atualizados com frequência no Cadastro Único – ou simplesmente, CadÚnico. Isso porque dessa maneira facilita a comunicação com as famílias sobre informações como atualização cadastral, vacinação e cumprimento de frequência escolar.


Dicas úteis para uso racional e economia no trato com a água

1) A água de qualquer torneira de minha casa é segura para se beber e fazer comida?

O SAAE garante a qualidade da água distribuída à população até a entrada do imóvel na estrutura do cavalete, onde existe o medidor de consumo (hidrômetro).A manutenção da qualidade da água nos cômodos internos da residência é dever e responsabilidade de cada morador. Por isso, mantenha suas instalações hidráulicas sempre em bom estado de conservação e limpe a caixa-d`água pelo menos 2 vezes ao ano. Toda caixa-d'água deverá ficar permanentemente tampada e bem vedada. Quando as águas das torneiras internas de sua casa apresentarem aspectos diferentes do normal (cor, cheiro, gosto, etc), faça inicialmente uma comparação com aquela que está chegando no cavalete, antes de acionar o SAAE.


2) Minha filha tomou água da torneira e ficou com dor de barriga e diarréia. É mesmo por causa da água?

Não. A água que o SAAE entrega pela rede de distribuição tem um contínuo controle de qualidade. É mais provável que outras coisas que ela tenha comido possam tê-la deixado doente, ou pode ter adquirido alguma doença transmitida pelo ar. Além do mais, os copos e os vasilhames para depositar água precisam estar sempre limpos. Hábitos de higiene, como lavagem das mãos com sabonete antes de desocupar os banheiros, corte e limpeza das unhas, evitar levar as mãos sujas à boca, acondicionamento do lixo doméstico em recipientes bem vedados são indispensáveis para se evitar doenças.


3) As águas de poço e as águas de mina podem ser consideradas potáveis?

Depende de suas localizações. Em áreas urbanas, as águas de poço e de mina podem estar contaminadas por poluentes presentes no solo. Embora possam ter aparência límpida e cristalina, geralmente contêm microorganismos não visíveis a olho nu, que podem causar doenças. 


4) Como se pode potabilizar uma água de poço ou de mina?

Caso as análises laboratoriais indiquem, nas águas de poço e de mina, presença de microorganismos, é necessário fervê-las ou desenfeitá-las através da cloração caseira. A cloração caseira é feita através da aplicação do hipoclorito de sódio ou de água sanitária (produto comercialmente conhecido como Cândida, Qboa, Água de lavadeira). Esta medida só é eficiente para pequenas contaminações. No uso do produto comercial, vendido na concentração 2%, deve-se pingar 3 gotas em cada litro de água e esperar 30 minutos para usá-la. Entretanto, quando os resultados dos exames laboratoriais da água do poço ou da mina indicarem uma reprovação quanto aos aspectos físicos e químicos (cor, concentração excessiva de substâncias dissolvidas etc.) não há como potabilizá-la no âmbito doméstico. Essa água não deve ser utilizada para beber e fazer alimentos.


5) Por que, às vezes, a água da minha casa sai esbranquiçada da torneira?

Muita gente relaciona a coloração esbranquiçada da água com a dosagem adicional de cloro. A água esbranquiçada é motivada pela presença de microbolhas resultantes da pressão da água na tubulação, no instante da abertura da torneira. Se você deixar essa água num copo por um ou dois minutos, ela volta a ficar incolor e transparente.


6) Por que, às vezes, na minha casa a água chega barrenta ou com coloração amarelada ou marrom? 

Durante os reparos das redes, a tubulação seca, após a conclusão do reparo, incrustações na parede da tubulação, desprende-se deixando a água amarelada ou marrom. Em tais situações o SAAE sempre mantém as descargas de rua abertas acelerando a lavagem das redes, até se constatar a clarificação da água. De qualquer forma, o cloro presente na água garante a desinfecção, sem riscos à saúde da população. Alertamos que esta ocorrência é puramente de coloração momentânea da agua, não afetando sua qualidade fisico-quimica e bacteriologica.Perdurando a situação, entre em contato com o SAAE pelos telefones 3262 6333 ou 0800 7702195 (Plantão de Emergência).


7) O filtro caseiro é necessário? 

O SAAE sugere que sejam utilizados. Entretanto, primeiramente, deve-se esclarecer que os filtros caseiros não são suficientes para adequar a água aos Padrões de Potabilidade estabelecidos pela legislação. Isto quer dizer que somente devem ser utilizados para águas já potabilizadas (já tratadas) pelo SAAE. Também não são totalmente confiáveis na "limpeza" da água quando proveniente de caixas d`água domiciliares mal conservadas. Quando utilizados, os filtros devem ser mantidos e operados de acordo com as orientações dos fabricantes. Nos casos das velas, não utilizar materiais abrasivos (ásperos) e nem mesmo açúcar, que é usualmente aplicado, nas limpezas periódicas. A utilização destes materiais danifica as velas. Recomenda-se a limpeza periódica com água tratada corrente e a substituição das mesmas com freqüência.


8) Pode acontecer de faltar água em minha residência?

Eventualmente. Constatado falta de água em sua residência. Verifique se o registro de entrada de sua residência não está fechado. Se não estiver, entre em contato com o SAAE pelo telefone 0800 77 02195 (Plantão de Emergência). 

Pode eventualmente ocorrer problemas de manutenção na região de sua residencia, necessitando de interrupção do fornecimento.


9) Como eu posso verificar sozinho se há algum vazamento de água em minha residência?

À noite, quando todos forem dormir, o último que usar a água deve aguardar uns 15 minutos para encher a caixa d'água. 

Em seguida, vá até o hidrômetro e faça uma leitura anotando os números pretos e vermelhos, deixando o registro do cavalete aberto. 

A partir daí, não abra mais nenhuma torneira e nem puxe a descarga do banheiro. 

De manhã, antes de usar a água, volte novamente ao hidrômetro e faça uma nova leitura. 

As leituras têm de ser exatamente iguais. Caso contrário, são fortes os indícios de que haja vazamento.

Detectado o vazamento, entre em contato com um encanador de confiança para saná-lo. 

Entre em contato com o SAAE para informar a ocorrência.

Caso não haja vazamento, procure fazer uma leitura diária para acompanhar o seu consumo. Dessa forma é possível comparar diariamente o quanto foi gasto, analisando os dias de limpeza geral (faxina) ou lavagem de roupas com os outros dias, fazendo uma estimativa do consumo. 

Se o consumo continuar entre em contato com o SAAE até a data do vencimento da conta.

Aberto Concurso Público para professores do município

Lorem ipsão dolor sít amçet, consectetur adipiscing elit. Sed vehicula id odio quis rhoncus. Donec ullamcorper, lectus in dictum porta, urna nisl tincidunt metus, at iaculis nunc sem vitae diam. Etiam quam orci, volutpat a justo non, pretium condimentum felis. Duis id elementum arcu. Mauris pharetra dui molestie tortor imperdiet. 


Duis non laoreet eros. Vestibulum porta neque eleifend erat tempus, vitae sagittis elit sodales. Sed convallis erat quis iaculis vestibulum. Curabitur sit amet purus et tellus consectetur vehicula. Suspendisse condimentum bibendum ante in adipiscing. Aliquam dignissim nisl eget arcu convallis, in viverra risus consequat. Pellentesque dictum gravida lacinia.


Lorem ipsão dolor sít amçet, consectetur adipiscing elit. Sed vehicula id odio quis rhoncus. Donec ullamcorper, lectus in dictum porta, urna nisl tincidunt metus, at iaculis nunc sem vitae diam. Etiam quam orci, volutpat a justo non, pretium condimentum felis. Duis id elementum arcu. Mauris pharetra dui molestie tortor imperdiet. 


Duis non laoreet eros. Vestibulum porta neque eleifend erat tempus, vitae sagittis elit sodales. Sed convallis erat quis iaculis vestibulum. 

Prefeito entrega novas ambulâncias para o atendimento aos cidadãos do Município

Lorem ipsão dolor sít amçet, consectetur adipiscing elit. Sed vehicula id odio quis rhoncus. Donec ullamcorper, lectus in dictum porta, urna nisl tincidunt metus, at iaculis nunc sem vitae diam. Etiam quam orci, volutpat a justo non, pretium condimentum felis. Duis id elementum arcu. Mauris pharetra dui molestie tortor imperdiet. 


Duis non laoreet eros. Vestibulum porta neque eleifend erat tempus, vitae sagittis elit sodales. Sed convallis erat quis iaculis vestibulum. Curabitur sit amet purus et tellus consectetur vehicula. Suspendisse condimentum bibendum ante in adipiscing. Aliquam dignissim nisl eget arcu convallis, in viverra risus consequat. Pellentesque dictum gravida lacinia.


Lorem ipsão dolor sít amçet, consectetur adipiscing elit. Sed vehicula id odio quis rhoncus. Donec ullamcorper, lectus in dictum porta, urna nisl tincidunt metus, at iaculis nunc sem vitae diam. Etiam quam orci, volutpat a justo non, pretium condimentum felis. Duis id elementum arcu. Mauris pharetra dui molestie tortor imperdiet. 


Duis non laoreet eros. Vestibulum porta neque eleifend erat tempus, vitae sagittis elit sodales. Sed convallis erat quis iaculis vestibulum. 

Serviços de utilidade pública do Município

Lorem ipsão dolor sít amçet, consectetur adipiscing elit. Sed vehicula id odio quis rhoncus. Donec ullamcorper, lectus in dictum porta, urna nisl tincidunt metus, at iaculis nunc sem vitae diam. Etiam quam orci, volutpat a justo non, pretium condimentum felis. Duis id elementum arcu. Mauris pharetra dui molestie tortor imperdiet. 


Duis non laoreet eros. Vestibulum porta neque eleifend erat tempus, vitae sagittis elit sodales. Sed convallis erat quis iaculis vestibulum. Curabitur sit amet purus et tellus consectetur vehicula. Suspendisse condimentum bibendum ante in adipiscing. Aliquam dignissim nisl eget arcu convallis, in viverra risus consequat. Pellentesque dictum gravida lacinia.


Lorem ipsão dolor sít amçet, consectetur adipiscing elit. Sed vehicula id odio quis rhoncus. Donec ullamcorper, lectus in dictum porta, urna nisl tincidunt metus, at iaculis nunc sem vitae diam. Etiam quam orci, volutpat a justo non, pretium condimentum felis. Duis id elementum arcu. Mauris pharetra dui molestie tortor imperdiet. 


Duis non laoreet eros. Vestibulum porta neque eleifend erat tempus, vitae sagittis elit sodales. Sed convallis erat quis iaculis vestibulum. 

Contra a dengue a prevenção é a única arma que existe.

Para isso, é importante não acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d´água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, entre outros.

 

1. Não deixe acúmulo de água. A água da chuva pode se acumular em garrafas, pneus, ou qualquer outro reservatório. Após os períodos de chuva, verifique se não ficou água acumulada em algum local.

 

2. Ponha areia nos vasos das plantas. Em vez de usar água para as plantas, use areia ou pó de café nos pires dos vasos e, então, coloque água. A água contida é suficiente para manter as plantas vivas, mas sem ser um ponto de depósito dos ovos do mosquito da dengue.

 

3. Faça furos nos pneus velhos. Os furos permitem que a água acumulada escorra, não ficando parada e, assim, evitando que o mosquito se reproduza.

 

4. Cuidado com a caixa d’água. A caixa d’água é um excelente reservatório para os ovos da dengue. Mantenha-a sempre fechada e a limpe frequentemente com produtos especializados para a limpeza de caixas. Isso também vale para poços, cisternas e caçambas que se acumulam água.

 

5. Remova folhas e galhos das calhas. Esses objetos, assim como outros (flores, pedaços de garrafa, etc) impedem que água escoe e então, se acumula. Verifique semanalmente o estado de calhas, canos e ralos.

 

6. Evite cultivar plantas aquáticas. A água das plantas aquáticas é limpa e propícia para a reprodução da dengue. Durante o pico da dengue, plante outros tipos de planta.

 

7. Mantenha latas e garrafas emborcadas para baixo. Isso evita que a água da chuva se acumule e fique parada por muito tempo. O ideal é jogar garrafas, latas e latões fora ou não deixá-los expostos.

 

8. Use telas protetoras. A tela protetora evita que os mosquitos entrem na sua casa, mas não impedem que ele se reproduza. O uso de telas e tecidos nas janelas é uma medida complementar e deve ser associada às outras práticas para evitar a reprodução do Aedes.

 

9. Cuide das piscinas. As piscinas são normalmente difíceis de tratar por possuem um volume grande de água. Se você não a está utilizando, cubra-a com uma lona. Trate a água da piscina com cloro e outros desinfetantes de água.

 

10. Preste atenção ao lixo. Muitas pessoas pensam que os lixos, por acumularem água suja, não apresentam perigo à dengue. Mas a verdade é que se há água acumulada, há a possibilidade de reprodução do mosquito. Para isso, vede os sacos de lixo e não os deixe expostos.


‹‹  1 2  ››